Muitos casais que começam a namorar deparam-se com esta questão: qual o momento certo para iniciar um contacto físico mais íntimo? Dependendo da altura, podem surgir diferentes consequências?

Pelos vistos, segundo um estudo recente, ter relações sexuais no primeiro encontro pode prejudicar os relacionamentos a longo prazo.

A referida investigação debruçou-se sobre onze mil pessoas solteiras que se encontravam num relacionamento estável ou não. Os investigadores procuraram avaliar o nível de satisfação com o relacionamento, a sua estabilidade e a capacidade de comunicação entre o casal.

Relativamente aos casais que estão juntos há mais de um ano, verificou-se que os que iniciaram a vida sexual nas primeiras semanas de namoro apresentaram uma menor capacidade de comunicação, de satisfação e de estabilidade no que toca à relação estabelecida quando comparados com os casais que esperaram mais tempo até se envolverem intimamente.

Para avaliar a consistência dos resultados, os investigadores tiveram em conta factores como a raça, o nível de escolaridade, o número de parceiros, a religião e, mesmo assim, os resultados mantiveram-se.

Surgiram algumas críticas referentes ao presente estudo, alguns especialistas na matéria referem que a amostra é demasiado pequena e levantam a questão: até que ponto estas conclusões podem ser extrapoladas para o mundo real? O estudo foi efectuado num curto espaço de tempo e não acompanhou, longitudinalmente, o desenvolvimento das relações estabelecidas. Assim sendo, não nos é possível perceber especificamente o porquê dos resultados auferidos.

A relação sexual é, também, um acto de comunicação; será possível conseguirmos comunicar fisicamente sem antes conhecermos o nosso parceiro e nos darmos a conhecer? Será possível comunicar na cama sem conseguir comunicar fora dela?

Provavelmente, quando o encontro físico é adiado, fica mais espaço para as palavras, mais espaço para que os sentimentos possam crescer, assentando na base de um conhecimento gradual e consolidado do parceiro e vice-versa. E, se pensarmos bem, não é esta fase inicial uma das fases mais bonitas da relação? Afinal, porque temos tanta pressa?

Fonte: Ciência Online

Carolina Justino

Carolina Justino

Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta
ver perfil
"Será possível comunicar na cama sem conseguir comunicar fora dela?"